fbpx

Síndrome de Dumping

SÍNDROME de dumping

Vamos falar sobre a Síndrome de Dumping?

É inegável os benefícios da cirurgia bariátrica em pacientes que sofrem de obesidade e que têm indicação da cirurgia.

Podemos perceber isso tantos em seus índices de saúde como de qualidade de vida. No entanto, sempre coloco aos meus pacientes a necessidade de mudar hábitos que o levaram à obesidade. Ao seguirem corretamente, poderão desfrutar de todos os benefícios oferecidos pela realização da cirurgia.

A Síndrome de Dumping pode ocorrer em até 50% dos pacientes em muitas cirurgias no estomago e no esôfago. Não conseguimos explicar porque só a metade dos pacientes apresentam estes sintomas.

Nestas situações o alimento pode chegar muito rápido ao intestino sem o completo processamento pelo estomago, causando sintomas.

Um dos mecanismos que retardam o esvaziamento gástrico é o PILORO, estrutura muscular no final do estômago que regula a passagem do alimento para o intestino. Como o Bypass Gástrico desvia o alimento do piloro, acaba sendo a técnica que mais provoca este tipo de Síndrome. Já em técnicas como a Gastrectomia Vertical (Sleeve) e SADI-S, a Síndrome de Dumping é bem menos frequente.

Existem 2 formas:

• Síndrome de Dumping Precoce
Até cerca de 30 minutos após alimentação.
O alimento muito concentrado chega no intestino que passa a tentar dilui-lo, para isto mobiliza líquido da circulação sanguínea para misturar com o alimento, causando distensão do intestino, cólicas, diarréia e náuseas.
Quando a mobilização de líquidos é muito grande podem ocorrer sintomas de queda da pressão arterial como taquicardia, tonturas, sudorese.

• Síndrome de Dumping Tardia ou Hipoglicemia Reacional
De 1 a 3 h após a alimentação.
Nesta Síndrome o que ocorre é Hipoglicemia em resposta a uma produção exagerada de Insulina pelo Pâncreas.
Neste pagina falaremos mais especificamente da Síndrome de Dumping Precoce.

Quais os sintomas da Síndrome de Dumping Precoce?

O consumo de alimentos ricos em gorduras e carboidratos simples não só podem prejudicar a perda de peso como podem provocar, a Síndrome de dumping – que têm como seus principais sintomas:

• Náuseas e Vômitos
• Diarreia

• Tontura
• Suor frio
• Batimento cardíaco acelerado
• Queda da Pressão arterial

Quanto tempo após a alimentação?

Os sintomas se manifestam em sua maioria em até 30 minutos após a ingestão de alimentos contraindicados (Síndrome de Dumping Precoce).

Como tratar a síndrome?

Como orientações básicas para evitar a Síndrome de Dumping recomenda-se:

• Evitar o consumo de açúcar e carboidratos simples tais como: alimentos com alto teor de açúcar, doces, achocolatados, sucos concentrados (mesmos os naturais), batata;
• Evitar associar mais de um carboidrato na refeição;
• Preferir as Frutas em natura aos sucos concentrados;
• Evitar o consumo de alimentos gordurosos;
• Fracionar a alimentação em porções menores e em até seis refeições;
• Não ingerir líquidos durante as refeições (sempre 1 hora antes ou depois);
• Aumentar ou mesmo associar o consumo de alimentos ricos em fibras e integrais;
• Aumentar ou mesmo associar alimentos ricos em proteínas;
• Mastigar bem e comer devagar

Ao perceber alguns dos sintomas, o paciente deve procurar ajuda médica. Certamente ele será mais uma vez orientado a ajustar a dieta, além de receber orientações nutricionais personalizada de um nutricionista.
Havendo necessidade seu médico poderá lhe receitar medicações para atrasar a passagem dos alimentos do estômago e intestino e evitar picos de glicose e insulina.

Não deixe que a síndrome de dumping retire de você os benefícios da realização de sua cirurgia bariátrica. Aproveite para viver tudo o que a obesidade lhe tirou. Invista em bons hábitos.

Sua saúde agradece.

Entre em contato

Agende sua consulta, envie sua dúvida ou sugestão.

Clínica

Rua Dr. Alceu de Campos Rodrigues 46, conj 21-22-23
Vila Nova Conceição – São Paulo
Tel.: 11 3849-0800

Open chat
1
Olá como podemos ajudar?