Referência em Cirurgia Bariátrica, Metabólica e Aparelho Digestivo

Cirurgia Bariátrica e Metabólica

Obesidade não é desleixo, não é falta de força de vontade, é doença e tem tratamento. Assim como no Diabetes 2 e na Síndrome Metabólica, a cirurgia é uma possibilidade com altos índices de controle. Existem diversos tipos de procedimentos e poucas clínicas oferecem todos.

Cirurgia Revisional

Reganho de Peso, Refluxo, Presença de Anel, existem situações em que a cirurgia pode e deve ser revisada. Poucas equipes tratam estes pacientes pois são raros os profissionais que dominam todas as técnicas. Nos últimos anos nos especializamos em realizar tais correções.

Aparelho Digestivo

São 30 anos de experiência e constantes atualizações nas cirurgias de Vesícula Biliar, Doença do Refluxo, Hérnias, Proctologia, Tumores Digestivos, sempre com foco na Cirurgia Minimamente Invasiva. Atualmente utilizamos técnicas como a Videolaparoscopia e Robótica.

Dr. Marcelo Z. Salem

CRM 59961

Coordenador do Centro de Cirurgia Avançada e Robótica.

Cirurgião do Aparelho Digestivo e da Obesidade Mórbida / Metabólica

Realiza efetivamente TODOS OS PROCEDIMENTOS BARIÁTRICOS autorizados existentes, podendo atender e compreender o desejo dos pacientes e oferecer a sua experiência para escolha do melhor método.

Consequentemente, na área de CIRURGIA REVISIONAL (revisão de cirurgias já realizadas) é um dos poucos cirurgiões capazes que se dispõem a reoperar cirurgias antigas, que tenham tido mau resultado ou complicações.

O impacto do excesso de peso na saúde

Diabetes

Doença causada pela presença de altos níveis de glicose no sangue, decorrente do defeito na produção e/ou ação da insulina.

A insulina é um hormônio produzido no pâncreas e é a responsável pelo equilíbrio da glicose no sangue. Quando ocorre pouca produção ou há resistência à sua ação (a obesidade causa resistência à insulina), a glicose no sangue aumenta (diabetes), ocasionando lesões de vasos e órgãos como olhos, rins e coração, entre outros.

SAIBA MAIS

Obesidade

A obesidade atualmente atinge 1/3 da população mundial e é definida pelo acúmulo excessivo de gordura no corpo. Quando atinge grandes proporções, passa a ser chamada de obesidade mórbida.

A obesidade, se não tratada, aumenta o risco de morte em até 50%  e  provoca e/ou complica uma série de doenças, como a diabetes, dislipidemias, hipertensão arterial, as artropatias e doenças vasculares, entre outras.

SAIBA MAIS

Síndrome Metabólica

Caracterizada pela associação de fatores como intolerância à glicose, hipertensão arterial, dislipidemias e obesidade, em particular a do tipo abdominal.

Está relacionada a um aumento dramático de ocorrências de eventos cardiovasculares (infartos, derrames e tromboses); aumenta o risco de Diabetes Tipo 2 e, portanto, aumenta o risco de morte. É doença mais grave que a obesidade isolada

SAIBA MAIS

Cirurgia Robótica

Cirurgia Robótica 

Este grande avanço da medicina vem crescendo e pode auxiliar em casos selecionados.

Sempre que necessário está à disposição de nossos pacientes.

 

- Marcelo Z. Salem

Cirurgia da Obesidade ou Cirurgia Metabólica

Quem precisa mais da cirurgia?

Paciente com 150 Kg saudável ou com 100 Kg mais Hipertensão, Colesterol, Triglicérides, Diabetes 2?

A resposta certa é o segundo caso.

Hoje, mais que tratar a obesidade, o que importa é tratar as doenças metabólicas, que causam deterioração progressiva do organismo e estimulam um estado inflamatório crônico que reduz a expectativa de vida.

Estamos operando pacientes com IMC cada vez menor, pois o peso não é mais um parâmetro isolado.

Ganha importância a Síndrome Metabólica:

Critérios para diagnóstico da Síndrome Metabólica

1) Glicose ≥ 100 mg/dL ou em tratamento para hiperglicemia

2) Obesidade – Cintura ≥ 102 cm para homens ou ≥ 88 cm para mulheres

3) HDL – Colesterol: Homens: < 40 mg/dL ou em tratamento para HDL baixo; Mulheres: < 50 mg/dL ou em tratamento para HDL baixo

4) Triglicérides ≥ 150 mg/dL ou em tratamento para triglicérides elevados

5) Hipertensão arterial ≥ 130 x 85 mmHg ou em tratamento medicamentoso

Estes itens e doenças como APNÉIA DO SONO, PATOLOGIAS ORTOPÉDICAS, DOENÇA DO REFLUXO GRAVE, AUMENTO DA INSULINA, AUMENTO DA FERRITINA, entre outras, principalmente quando associadas, passam a ter importância igual ou maior que o IMC, e indicam a cirurgia.

Entre em contato

Agende sua consulta, envie sua dúvida ou sugestão.

Clínica

Rua Dr. Alceu de Campos Rodrigues 46, conj 21-22-23
Vila Nova Conceição – São Paulo
Tel.: 11 3849-0800

1
Olá como podemos ajudar?
Powered by